Princípio de Pareto: como a regra 80/20 pode mudar sua vida

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Embora não tenhamos o mesmo sucesso de executivos como Jeff Bezos, Bill Gates e Oprah Winfrey, todos nós dispomos de 24 horas em um mesmo dia. E o tempo é um recurso precioso para nós.

Apesar disso, muitos ainda não sabem como administrá-lo de maneira inteligente. Felizmente, o Princípio de Pareto (também conhecido como regra 80/20) é um dos conceitos mais úteis para gerenciamento de tempo e de vida. 

Neste post, você vai entender o que é esse princípio, e como ele pode fazer 80% daquelas tarefas “procrastináveis” desaparecerem.

O que é o Princípio de Pareto? 

Este conceito recebe o nome de seu criador, o economista italiano Vilfredo Pareto.

Em 1895, ele percebeu que as pessoas na sociedade pareciam se dividir hierarquicamente entre 20% mais ricos em termos de dinheiro e influência (mais conhecidos como “vitais”), e os 80% mais pobres (ou “triviais”).

Mais tarde, ele descobriu que praticamente todas as atividades econômicas estavam sujeitas ao princípio, pois 80% da riqueza da Itália era controlada por 20% da população.

Esta “verdade universal” entre ambas as medidas é o que ficou conhecido como Princípio de Pareto, ou regra 80/20. Embora nem sempre chegue a uma proporção exata, esse desequilíbrio é frequentemente visto em vários casos.

Cerca de 20% dos representantes de vendas geravam 80% das vendas totais, enquanto 20% dos clientes respondiam por 80% dos lucros.

Se você pensar melhor, também pode aplicar essa regra na sua vida pessoal: ainda que tenha um armário cheio de sapatos ou roupas, é provável que você use as mesmas peças (20%) em 80% do tempo.

Como aplicar o Princípio de Pareto na minha rotina?

O Princípio de Pareto é um conceito que sugere que dois entre dez itens, em qualquer lista de tarefas, são mais importantes do que os outros oito itens juntos.

O problema é que, se você precisar lidar com distrações durante o dia, provavelmente vai acabar procrastinando os primeiros 10% ou 20% dos itens mais valiosos e importantes (os “poucos vitais”), e se ocupar com os 80 por cento (“triviais”), que contribuem pouco para o seu sucesso.

Como conciliar esse princípio ao meu planner?

Primeiro, anote todas as tarefas do dia a dia que deseja finalizar: lavar a louça, terminar um relatório no trabalho, atualizar seu currículo, passear com o cachorro, meditar…pense nos objetivos que tentará atingir com cada uma delas.

Em seguida, pergunte-se: “se pudesse cumprir apenas uma das metas dessa lista hoje, qual teria o maior impacto positivo em minha vida?”.

Em seguida, escolha o segundo objetivo mais importante. O que você descobrirá é que, depois de concluir este exercício, terá determinado os “20% vitais”, ou seja: as tarefas mais importantes do dia.

Você deve continuar a trabalhar nas metas que escolheu como as mais valiosas o tempo todo, delegando ou excluindo as menos importantes sempre que possível.

Para facilitar a sua motivação, use a regra do “engula este sapo!”, ou seja: comece com a tarefa mais difícil ou trabalhosa para logo abrir espaço para as outras, e resista à tentação de esclarecer as pequenas coisas primeiro.

Então, quais são os 20% do seu trabalho que geram 80% dos seus resultados?

Não importa qual seja a sua situação, lembre-se que existem apenas alguns minutos em uma hora, algumas horas em um dia e poucos dias em uma semana.

O Princípio de Pareto pode te ajudar a ver que isso é uma coisa boa. Caso contrário, você seria um escravo de uma lista interminável de coisas para fazer.

Agora que você já sabe organizar seu dia com base na regra 80/20, não pare por aqui!

Aproveite para aprender mais sobre priorização com nosso ebook gratuito: “Entenda o que é priorização pessoal e como aplicá-la na sua vida”!

SEGUNDA COM A SETTA

Comece sua semana recebendo nossa newsletter com os melhores hábitos e dicas sobre organização, produtividade e bem-estar.


Outros posts