Desenvolvimento pessoal: qual a importância dele para alcançar seus objetivos?

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O despertar para o desejo de desenvolvimento pessoal vem acompanhado da necessidade de se organizar, de criar um planejamento que permita a sua evolução em todas as áreas da vida. É comum que isso se confunda com a conquista da realização profissional, porém é preciso deixar claro que o conceito não se limita ao campo do trabalho e vai muito além disso.

Ele vem acompanhado da satisfação pessoal em esferas como o convívio familiar e social, o aperfeiçoamento intelectual, o amadurecimento espiritual, a organização financeira, o sucesso profissional, as saúdes física e mental, impactando, até mesmo, os relacionamentos afetivos. Daí a importância de investir em boas práticas para encontrar a sua melhor versão.

Nós elaboramos este post que explica tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Quer entender melhor o que é o desenvolvimento pessoal, qual a sua importância para alcançar seus objetivos e como iniciar o processo? É só continuar a leitura.

O que é o desenvolvimento pessoal?

O desenvolvimento pessoal tem como principal e inevitável consequência o sucesso em todas as áreas da vida. Isso porque ele é o responsável por melhorar o seu desempenho ao lidar com todas as atividades e implicações de viver.

Ou seja, do momento que você acorda pela manhã até a hora que vai se deitar todos os dias, existem diversas tarefas com as quais precisa lidar para se manter feliz e saudável. O desenvolvimento pessoal ajuda a fazer isso de modo pragmático, maduro e, principalmente, sem deixar nada de fora.

Qual a importância do desenvolvimento pessoal para alcançar objetivos?

Para manter o sucesso profissional por muito tempo, é necessário que a sua vida social e a sua saúde física estejam bem. Logo, para cuidar delas é preciso ter atenção em desde as coisas mais simples, como a alimentação e a apresentação pessoal, até as mais complexas, como a manutenção do equilíbrio mental, por meio de alguma atividade espiritual.

E não se pode esquecer que a estabilidade financeira depende diretamente de todos esses fatores acontecendo juntos. E, pensando ainda mais longe, quando ela não existe, impacta em tudo. Dessa maneira, já é possível perceber o quanto todas as áreas da nossa vida estão diretamente ligadas e que, sem o desenvolvimento pessoal, uma área não permite a evolução da outra.

Como criar um plano de desenvolvimento pessoal?

As gerações passadas costumavam associar o sucesso às pessoas que trabalham durante muitas horas por dia, mas se esqueceram de mensurar os resultados disso de forma qualitativa. Ditados como “Deus ajuda quem cedo madruga”, muitas vezes, nos fazem ignorar a importância de uma boa noite de sono e de um corpo e mente descansados para se obter um bom rendimento ao longo do dia.

Por isso, se livrar de modelos obsoletos e investir em um bom plano de desenvolvimento pessoal é fundamental para empregar o seu esforço, (na medida e nas áreas certas), visando a realização dos seus objetivos. Mas como fazer isso? É o que você verá nas dicas que daremos nos próximos tópicos. Confira!

Busque autoconhecimento

Antes de qualquer coisa, é preciso um olhar mais atento para dentro de você. Somente assim será possível descobrir os seus reais propósitos e as motivações mais potentes. Entender o que é realmente importante na sua vida, o que lhe faz feliz, potencializa infinitamente a sua capacidade de ser bem-sucedido em qualquer atividade que faça.

Por exemplo, no próximo tópico, falaremos sobre a definição de metas e objetivos, no entanto, de nada adianta definir algo que não é importante para você ou não o motivará a realizar. Por outro lado, sabendo quais são as pequenas coisas que trazem felicidade na sua vida, você será capaz de estabelecer recompensas em cada meta alcançada. Assim fica mais fácil entender a importância do autoconhecimento para o seu desenvolvimento pessoal.

Defina metas e objetivos

Assim que descobrir o que é importante para você, chega o momento de transformar isso em objetivos e se questionar sobre o que é necessário para alcançá-los. É fundamental que se estabeleça um prazo para cada meta definida e que elas abranjam todas as áreas capazes de interferir no seu bem-estar, por exemplo:

  • saúde física e mental;
  • desenvolvimento intelectual;
  • sucesso profissional;
  • convívio familiar/social;
  • organização financeira;
  • equilíbrio espiritual.

Um bom começo é fazer uma lista com o que você deseja para cada um desses fatores da sua vida, além do que é necessário para torná-los satisfatórios.

Administre seu tempo

Então, quando você já sabe os seus objetivos, chega o momento de planejar uma espécie de cronograma de atividades diárias. Nele deverá conter, todos os dias, ao menos uma etapa ou tarefa para a realização em cada uma das áreas que citamos no tópico anterior.

Na prática, isso significa estabelecer um tempo diário para, por exemplo:

  • prática de exercícios;
  • dormir bem;
  • meditar, orar ou ter um período de silêncio para a mente;
  • estudar e ler;
  • planejar compras, pagamentos de contas e investimentos;
  • trabalhar, se dedicar a algum projeto profissional;
  • conversar com amigos e passar algum tempo com a família;
  • realizar alguma atividade voltada ao lazer ou diversão.

Reconheça pequenas conquistas

É comum se deparar com certo desânimo quando parece que fazemos muito e realizamos pouco, ou seja, que está demorando demais para que os nossos objetivos sejam alcançados, especialmente quando são de médio e longo prazo.

No entanto, existe uma solução, que é o reconhecimento de cada conquista diária. Daí a importância de dividir projetos em pequenas tarefas e manter uma rotina que englobe todas as áreas da sua vida. Desse modo, cada tarefa, marcada como finalizada na sua lista de atividades trará a real visão de que tudo está caminhando para o sucesso, simultaneamente.

Evite a autossabotagem

Essa é uma das práticas mais prejudiciais para o desenvolvimento pessoal. Por meio de pensamentos negativos, como achar que sofre de muita falta de tempo, de dinheiro, de qualificação etc., você cria impeditivos para alcançar seus objetivos.

A melhor maneira de fugir da autossabotagem é se perguntando se esses problemas são reais e, desse modo, agir para desviar o pensamento deles, em vez de ficar estagnado.

Como você conferiu ao longo deste post, o desenvolvimento pessoal é capaz de guiá-lo na jornada que leva ao sucesso. Se seguir cada um dos passos, será capaz de formular uma rotina de hábitos saudáveis e, assim, organizar todas as áreas da sua vida, o que vai auxiliar na conquista dos seus objetivos.

Agora que você já sabe sobre a importância do desenvolvimento pessoal, mantenha-se informado sobre mais conteúdos, assine a nossa newsletter!

SEGUNDA COM A SETTA

Comece sua semana recebendo nossa newsletter com os melhores hábitos e dicas sobre organização, produtividade e bem-estar.


Outros posts