Ansiedade: conheça 5 formas naturais de combatê-la!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Apesar de ser sempre encarada como um problema, a ansiedade é uma reação completamente natural (e esperada) de um organismo saudável. Ela conscientiza o corpo do perigo, motivando-o a se manter preparado e ajuda a calcular os riscos de situações novas. O problema aparece quando ela se torna descontrolada, causando mal-estar constante ou afetando a qualidade de vida.

Quando a ansiedade se torna uma luta diária, é hora de pensar em estratégias para retomar o controle. A boa notícia é que existem muitas práticas que podem auxiliar nesse processo, restaurando o equilíbrio. Conheça agora algumas formas naturais de combater a ansiedade.

1. Mantenha a atenção no momento presente

Quando os pensamentos na nossa mente transitam entre o passado e o futuro de forma aleatória, você pode acabar se perdendo em meio às suas próprias ideias e criando tensões desnecessárias, como preocupações com o futuro ou angústias do passado. Isso pode desencadear (ou piorar) sua ansiedade. 

Tente voltar seu foco apenas para o que está acontecendo no momento presente, para viver um dia de cada vez. Assim, você terá uma capacidade de julgamento e análise mais apuradas, sem sobrecarregar a cabeça.

2. Evite as bebidas estimulantes

Apesar de ser um sedativo natural, o álcool permite que a sua ansiedade volte com uma potência muito maior do que tinha antes após o efeito calmante passar. Se você sofre de ansiedade, a cafeína também não é sua amiga. Algumas pesquisas mostram que essa substância pode causar (ou piorar) os transtornos de ansiedade e causar ataques de pânico.

Além disso, a ingestão frequente desses tipos de bebidas podem gerar dependência, agravando os sintomas negativos quando você preferir não ingerí-las.

3. Respire com mais calma

A respiração leve e rápida é um sintoma comum da ansiedade. Apesar dele passar muitas vezes despercebido, pode gerar consequências como tontura e aceleração do ritmo cardíaco. Os exercícios de respiração, e até mesmo o próprio ato de respirar profundamente, já são suficientes para restaurar os padrões respiratórios normais, desacelerar o organismo e reduzir a ansiedade. Sim, é tão simples quanto parece.

4. Cuide da sua alimentação

Você sabia que uma dieta rica em gorduras, açúcares e carboidratos simples pode aumentar seu risco de ansiedade em até 25%? Além disso, a desidratação ou produtos químicos em alimentos processados (como corantes artificiais e conservantes) também podem causar alterações de humor em algumas pessoas. Por isso, priorize os alimentos naturais, como frutas e legumes, pelo bem da sua saúde mental.  

5. Leia mais livros

Quantos livros você já leu este ano? Uma pesquisa feita pela Universidade de Sussex revelou que ler por apenas 6 minutos em silêncio já é suficiente para reduzir a tensão muscular e a frequência cardíaca, sendo uma prática capaz de reduzir não só os sintomas da ansiedade como também do estresse. 

Além de ser relaxante, a leitura pode ser combinada com uma respiração mais consciente e profunda, aumentado seu potencial terapêutico. Quer uma dica de leitura da Setta? Preparamos um material exclusivo sobre ansiedade com mais dicas para que você consiga recuperar de vez o seu bem-estar de forma natural!

SEGUNDA COM A SETTA

Comece sua semana recebendo nossa newsletter com os melhores hábitos e dicas sobre organização, produtividade e bem-estar.


Outros posts